Conheça o plantio de abóbora

Não há desculpas para não encontrar abóboras. É uma planta tropical, suas espécies são cultiváveis durante o ano todo no brasil. A abóbora é um alimento super versátil, você pode fazer pratos e receitas deliciosas. A nossa equipe foi até um abobral para mostrar como é esse plantio

A polpa da abóbora tem um sabor gostoso e adocicado e dela é possível aproveitar quase tudo, como: casca, sementes, broto. Valter é produtor rural a mais de 10 anos na cidade de álvares florence e planta em um alquere 3 tipos de abóbora a paulistinha que é essa que tem uma forma cilíndrica, casca fina.

A cabotiã normal que é essa arredondada de casca grossa e a cabotiã de enxerto essa também arredondada, mas sua casca é mais fina que a outra. O produtor explica que o plantio dos três tipos são os mesmos procedimentos. A maioria dos solos serve para o cultivo das abóboras se devidamente preparados.

O ciclo é de aproximadamente 90 dias. No plantio, deve ser observado espaçamento de 2 m x 2 m. É uma planta rasteira, vigorosa e muito produtiva. Pode -se observar em um mesmo pé várias abóboras paulistinha juntas. A paulistinha por exemplo é uma especie que produz frutos com casca verde escuro com listras creme.

A polpa é de coloração alaranjada e de sabor adocicado.. Os frutos atingem de 9 cm a 12 cm de diâmetro e de 17 cm a 20 cm de comprimento e peso de 0,8 a 1,2 quilos. A cabotiã ou japonesa como também é conhecida apresenta maior precocidade, uniformidade e melhor produtividade. Seus frutos são atraentes e saborosos; em geral, com coloração de casca escura, formato arredondado, levemente achatado, polpa alaranjada e quase nada de água.

A abóbora cabotiá tem poucas calorias e é rica em potássio e vitaminas. O cultivo da abóbora japonesa apresenta algumas particularidades. Possuindo este híbrido a macho esterilidade e necessitando de um polinizador, alguns cuidados precisam ser tomados.

Tudo isso parece simples, mas essa cultura não está livre das pragas e doenças. Nos dois casos recomenda-se o controle preventivo

No brasil, o mercado de abóboras e morangas tem evoluído. É preciso compreender como manejar a fertilidade do solo e usar da forma mais vantajosa os corretivos e fertilizantes para se conseguir o retorno econômico esperado. Já que o mercado varia muito.

Produção e Reportagem
JÚLIA DOMENICIS

Imagens
VALDIR PIETRO

 

11 Comentários

  1. valdir disse:

    meu pe de abobora solta a flor mas nao segura o fruto o que fazer

    • Rogerio Blanco Neto disse:

      Provavelmente a semente é de abobora hibrida, (cabotiã por exemplo), neste caso deve ser feita a polinização partenocárpica,(com hormônio específico ), ou, no teu caso que é somente um pé, faz cruzamento com outra espécie de abobora que não seja hibrida, extraindo o pólen da flor “macho” e passando na parte interna da “flor fêmea” da hibrida.

      Sou produtor de abóbora cabotiã /japonesa , na cidade Barra do Quaraí-RS .

  2. Maria disse:

    Olá. Eu ando pesquisando sobre o cultivo dessa abobora japonesa e só tenho encontrado artigos sobre como plantar a semente da abobora. O que eu queria saber é como é produzida a semente dessa abobora, já que a semente é vendida pronta pro plantio, mas uma vez que ela é plantada e dá o fruto, desse fruto não nasce mais outra abobora, sendo, pelo que eu entendi, estéril. Eu não sou produtora, nem sequer entendo de plantas, mas eu fiquei impressionada com o preço das sementes dessa abobora e fiquei curiosa pra saber como essa semente é produzida. Se o senhor puder matar minha curiosidade, ficaria agradecida.

Deixe um comentários